‘Paramore: The Last Word’ Interview: Traduzido No Portugues

Read MTV News' full transcript of the interview following the departure of Josh and Zac Farro.

FRANKLIN, Tennessee — No dia 30 de dezembro, MTV Notícias viajou até Franklin, Tennessee, cidade natal da banda Paramore, para conduzir a primeira — e única — entrevista sobre a separação dos membros fundadores Josh e Zac Farro.

Foi um bate-papo abrangente, detalhado, cobrindo tópicos como a fé, amizade e até mesmo o futuro da própria banda. A discussão foi franca, aberta e até educativa, e nenhum tópico — incluindo o relacionamento de Hayley Williams com Josh Farro e o status do negócio entre a banda e a gravadora Atlantic Records — foi excluído. E como prova disso, nós agora apresentamos a entrevista completa. Sente-se e respire fundo.

MTV: Obrigado por convidar-nos para a entrevista hoje. Esta é uma tremenda oportunidade, e a coisa certa a fazer, então eu gostaria de dizer logo de cara… nós ouvimos as notícias na terça-feira, e a mensagem que nós recebemos da gravadora foi: “Nós queremos fazer isso antes do fim do ano”. Eu penso que nós sabemos o porque, mas eu gostaria de ouvir a opinião de vocês. Qual a razão de ser tão importante resolver a situação antes do fim de 2010?

Hayley Williams: Houve um monte de coisas ditas online, especialmente nesta última semana, e isso não é legal… Não é legal de ler e também não é legal saber que responder online não vai ajudar em nada, por que as coisas viajam tão rápido na Internet. A gente realmente gostaria de ter uma oportunidade de mostrar para os nossos fãs que a gente está ok, sabe como é? Nós três ainda estamos aqui, nós não vamos a nenhum lugar. Um monte de gente está perguntando se a banda está se separando, e isso mostra o quão deficiente a comunicação online pode ser quando os rumores começam a espalhar-se, essa é a nossa maneira de dizer que há um futuro e estamos ansiosos por ele.

MTV: Você alguma vez tentou ser sarcástica em um e-mail e alguém te respondeu: “Porque você está gritando comigo?”
Williams: Claro! Isso nunca funciona!

MTV: Antes que a gente converse sobre as respectivas declarações, eu gostaria de falar sobre esses acontecimentos… os períodos de tempo são um pouco estranhos. Eu perdi completamente esse negócio do blogue falso. Pelo que eu entendi, vocês não tiveram nada que ver com o blogue falso. Foi uma total surpresa para vocês.

Williams: Nós, quero dizer, eu nem vi todo o blogue falso. Eu só vi umas partes.

Jeremy Davis: Eu também não vi. E olha que eu procurei. Algumas pessoas me disseram: “Sobre o que você está falando?” Eu nem cheguei a ler a coisa toda. Eu nunca encontrei o resto do blogue.

Williams: Entretanto, foi um sincronismo um pouco estranho. Quando eu recebi um e-mail sobre isso, eu me perguntei: “O que está acontecendo?”… os fãs que são realmente próximos de nós pensaram que eles observavam coisas por algum tempo, e com toda essa especulação, acho que era de se esperar que alguém ia fazer alguma coisa desse tipo eventualmente, mas o sincronismo foi estranho, e é por isso que a gente queria esclarecer a situaçao.

MTV: Então a coisa das respectivas declarações: a sua apareceu primeiro, daí Josh ficou um pouco chateado com isso. Foi então que os irmãos Farro vieram para vocês e disseram: “Nós vamos anunciar isso nessa determinada data?” Como foi que vocês sairam primeiro?

Williams: Com as declarações?

MTV: Sim. Por causa do blogue, como saiu?

Davis: Esse foi o problema, porque daí todo mundo online começa querer saber imediatamente, e você sabe o quão rápido as coisas se espalham online. Uma hora online é tipo como três dias. E por todas as partes do mundo. E era importante para nós esclarecer as coisas… você não vai querer uma declaração falsa circulando por aí. Quero dizer, obviamente acontece, e as pessoas vão acreditar no que elas quiserem acreditar, mas nós queriamos dizer “Olá” para nossos fãs e esclarecer isso um pouco, antes do Natal também. Foi um sincronismo bem estranho.

Taylor York: E essa foi a coisa… Josh e Zac nos disseram algum meses atrás, então nós comunicamos que a gente gostaria de escrever algo para os fãs. E foi por isso que o falso blogue complicou as coisas, porque as pessoas começaram a falar, então eles totalmente tiveram a chance, mas a gente precisava esclarecer as coisas antes que saíssem fora de controle. Foi mais ou menos assim que a confusão toda começou. Ninguém estava tentando competir.

MTV: Então vocês estavam meio que esperando por eles?

Williams: Sim. Originalmente nós queriamos fazer a declaração, e nós lhes demos a chance, e então a coisa toda aconteceu online. Foi um período terrível, especialmente por ter sido perto do Natal. Você não quer dizer: “Feliz Natal, a banda se separou!” Não foi legal para nós ver os nossos fãs pirando online, especialmente os fãs que estão no nosso website, porque esses são os que realmente… todos os dias escrevendo coisas e contribuíndo, e essa não é a maneira de tratar seus fãs, especialmente perto do Natal.

MTV: Vocês disseram na sua declaração que a decisão deles de se separar não foi um choque para vocês. Então eu gostaria de saber… quando foi que vocês começaram a conversar com os irmãos Farro, quando eles disseram que gostariam de sair da banda?

Williams: Nós não chegamos a conversar realmente sobre isso antes de eles nos dizerem: ” Nós decidimos isso”. Pelo menos eu não tive essa conversa com eles. Eu não fiquei chocada quando eles quiseram sair, mas fiquei surpresa com o jeito que eles nos disseram, mais ou menos. Por ter sido tão antes de quando eles finalmente sairiam. Nós percebemos que eles não estavam satisfeitos, e isso não é legal. Não é legal estar em uma uma família ou em um casamento quando você vê que alguém está se machucando ou simplesmente não está se divertindo… Não sei, não foi legal. Eu não deveria dizer que nós não ficamos chocados, porque isso sempre vai ser um choque, mas creio que a gente já estava sentindo isso chegando por algum tempo.

MTV: Tendo acompanhado vocês por alguns anos e observando como vocês reagem, tanto na frente das cameras como atrás, é facil olhar cada uma das entrevistas com os cinco de vocês… o jeito que eles reagiam nas entrevistas, especialmente Josh. Então, como você disse antes, eu creio que as pessoas podem notar coisas que talvez não existissem… eu estou curioso, quando você disse que isso realmente não te surpreeendeu, que você sentiu isso chegando, houve algum momento que eles disseram: “Esse é o fim?”… Foi quando “Brand New Eyes” saiu? Em uma das tours?

Davis: Não faz muito tempo. Não é como se a gente soubesse disso desde sempre, quero dizer, foi literalmente um par de mêses antes que tudo acontecesse. Ainda era novidade para nós também. Mas a gente sabia… A coisa é que mesmo nos blogues, as pessoas falavam que eles não estavam felizes, era visível… Quando você não está feliz, é visível. E foi realmente bom para a gente, finalmente… foi por isso que aquele blogue nos atingiu de maneira tão dura, porque a gente estava passando por tudo isso e a gente queria deixar os nossos fãs saberem, e nossos fãs descobriram isso e todo mundo começou a pirar com isso. A gente já sabia fazia alguns mêses, mas não sabia quando comunicar isso, e daí o falso blogue fez a confusão ainda pior.

MTV: Eu sei que é dificil analisar os diagramas uma vez mais, mas você disse que por um par de mêses vocês sabiam que eles iriam sair da banda. Foi difícil continuar, fingir — tapetes vermelhos — que tudo estava bem?

York: Totalmente. Nós sempre dissemos que a nossa banda é como um casamento e é realmente difícil de seguir adiante como um grupo quando algumas pessoas não estão completamente envolvidas. Eles não estão entusiasmados, eles não querem estar alí. Então saber nesse nível que eles não queriam estar alí foi muito difícil. E sabendo o que estava acontecendo, e até sendo positivo em entrevistas quando você não se sente positivo, foi bem complicado. Eu creio que de algum modo foi também especial, saber exatamente quando seria o nosso último show, e nós tivemos a chance de nos preparar, e acho que isso foi legal. Foi legal para a gente saber, mas também foi muito difícil.

MTV: Ontem a noite eu assistí uma boa parte do material gravado no show em Orlando, minha cidade natal, mas não parecia ser algo extremo. Pelo menos no palco, todos pareciam estar se divertindo.

Davis: Esse era o objetivo. Assegurar que todos se divertissem, e lembrassem, mesmo que eles não esivessem felizes naquele momento, que todos nós adoramos tocar juntos e tudo o mais, e nós queriamos ter uma celebração em nossa última performance.

Williams: E essa foi outra razão pela qual a gente não anunciou antes. A gente não queria que os nossos fãs sentissem como se estivessem indo para um funeral. Tipo: “Bom, esse é o último show deles, então eu vou para lamentar por uma hora e meia.” Isso não seria divertido para ninguém, e não seria divertido para nós. Eu acho que a maneira como nós o fizemos era a maneira certa para nós, para os nossos fãs e a relação que nós temos com eles. Nós sempre pomos tudo em jogo, e nós dizemos para nossos fãs praticamente tudo, mas isso era algo que nós queriamos esperar até o fim do ano e algo que nós queriamos aproveitar cada segundo.

MTV: O que aconteceu depois do show?

Williams: Honestamente foi bem anti-climático. Acho que eu esperava que fosse terminar em lágrimas, ou que fosse uma grande celebração, tipo uma festa. E não foi nada disso. Foi tipo, sabe como é, você sai do palco, eu fui me esfriar um pouco, eles colocaram as coisas deles nos seus lugares, e foi isso. Nós voltamos para o hotel para nos prepararmos para volta para casa.

MTV: E eu sei que na declaração deles eles deixaram as coisas meio nebulosas. E agora Zac está meio que em um novo projeto. Eles disseram o que eles iriam fazer em seguida? Eles queriam continuar fazendo música, apenas um tipo diferente de música?
Williams: Não.

Davis: Eles disseram que já não estavam pondo o coração nisso, e você quer saber? Bom para eles. Eu prefiro que eles se separem e estejam onde eles suponham que prefiram estar, aonde eles estejam felizes todo o tempo. Acho que isso é o que eu gostaria que todos fizessem. Mas todo o tempo que passamos juntos, todas as coisas boas que nós tivemos e trabalhamos juntos, foi bom. Eu prefiro que eles estejam felizes em algum outro lugar, sabe?

MTV: Considerando tudo isso e em vista da declaração deles, eu suponho que isso te pegou de surpresa, e provavelmente foi algo doloroso. Onde você leu sobre isso primeiro, onde você ouviu sobre isso? Qual foi sua reação inicial?

Williams: Eu acho que eu ouvi… Eu não sei de quem foi que eu ouvi, provavelmente um desses caras. Eu não sei se foi um telefonema ou um e-mail, mas eu tinha acabado de acordar basicamente, e não foi legal. Não fiquei muito contente. Quero dizer, claro, machuca, porque eles nos disseram que não estavam felizes, eles não queria mais fazer parte, e você não pode ficar chateado com alguém porque eles não sentem algo. E se eles não querem estar na banda, então essa é uma solução simples. Mas então quando realmente se tornou algo sobre todas essas outras coisas eu fiquei muito surpresa e me senti quase que como manipulada. Nós estivemos fazendo isso por seis, sete anos. Não creio que tudo isso tenha sido em vão, para nenhum de nós. Nós adoramos cada segundo que estamos no palco, todos os encontros, as coisas que tivemos a chance de fazer junto com nossos fãs; essas são as coisas que nós construímos, que nós trabalhamos duramente para alcançar e eu não creio que ninguém deveria desacreditar.

MTV: Taylor, como foi para você, já que conhecia os irmãos Farro por um bom tempo. Apenas julgando pelas dinâmicas, você parecia ser como o elo entre esses dois e os irmãos. Então, como foi para você?

Taylor: Foi desagradável. Quero dizer, como eu disse antes, nós estavamos esperando uma declaração deles, então uma vez que nós fizemos a nossa, a gente sabia que eles provavelmente iriam fazer alguma coisa. Eu acho que nós estavamos todos nos preparando para o impacto. Separações são difíceis, e tem muitos sentimentos, então a gente de alguma maneira estava meio que esperando algo bem estranho, e claro, foi muito difícil de ler, só porque parecia que um monte de coisas eram completamente irrelevantes para o que aconteceu. Eu acho que essa foi a coisa estranha, porque realmente não parecia ser necessário. Mas nós estamos trabalhando através das dificuldades, e você não pode deixar que isso te afete porque, sei lá, é a vida.

Davis: Foi muito confuso por causa da maneira como eles se expressaram, que eles não estavam felizes e eles gostariam de seguir adiante e fazer algo diferente. E havia essa paz entre a gente. Então lendo a declaração deles foi algo totalmente diferente. E como a Hayley disse, foi difícil de ler porque todo o tempo eu estive pensando em nossos fãs, que nós trabalhamos arduamente para conseguir, e toda a confusão. E é tudo bobagem. E sabe o que mais? Se eles não querem estar aqui e estar na banda, então boa sorte em seja lá o que eles queiram fazer, mas eles decidiram sair e eles não estavam felizes, então eu realmente não posso dizer mais nada.

MTV: Essas são respostas bem diplomáticas. Eu suponho que se essa entrevista tivesse sido no dia em que o fato aconteceu, talvez fosse diferente.

Williams: Bom, claro, eu não tenho a menor idéia do que você está falando [rindo]. Eu não fico brava. Claro, você sente todo tipo de emoções quando esse tipo de coisa acontece com alguém que é ou foi bem próximo de você, você simplesmente sente tudo ao mesmo tempo. Eu nunca me senti tão… eu não conseguia entender como eu estava me sentindo. Mas depois de perceber, como o Taylor disse, que ia acontecer dessa maneira, você só tem de saber que o importante é que nós três ainda estamos aquí, e que nós queremos fazer isso, e que essa é a parte positiva dessa estória.

MTV: Obviamente parte da razão para estarmos aqui é para falar do que vem a seguir, mas eu não estaria fazendo meu trabalho se nós não falassemos dessas declarações, mas novamente, se há coisas que vocês preferem não falar a respeito…

Williams: Está tudo bem.

MTV: Nós imprimimos cópias e marcamos várias coisas. A parte mais estranha é que eles assinaram isso dizendo: “A intenção dessa declaração não é diminuir ou desgraçar a banda. Nós ainda estamos tentando encontrar um jeito amigável de deixar para trás nossa parte na banda, incluindo Hayley”… A única coisa que faz é diminuir a banda. E segundo, vocês se encontraram com eles? Vocês conversaram desde as declarações?

Williams: Não, nós não conversamos. Eu nem imagino o que poderia ser dito, sabe? Eu acho que estou tentando me concentrar muito no futuro, e eles escolheram não fazer parte dele, então eu estou feliz aqui. Eu não sei se há algo para se dizer.

MTV: Parece justo. Então vamos apenas checar esses pontos. Primeiramente é Hayley, você parece ser a que aguenta a maior parte da carga…

WIlliams: Eu sei.

MTV: Há partes onde cada um de vocês é mencionado. Primeiro, você poderia falar um pouco sobre como a banda foi formada, e me conte sobre seus parentes e agentes, e a alegação deles de que essa era uma banda solo. Quanto disso é verdade? Porque através dos anos pessoas disseram que Hayley é a única da banda sob contrato com Atlantic. Isso é verdade?

Williams: Sim, bem, quando eu tinha 14 anos, me ofereceram um contrato, mas eu realmente não desejava ser uma artista solo, eu sempre quis estar em uma banda. Desde quando eu era criança, eu sempre quis estar em uma banda. Eu nem queria ser a vocalista, eu queria ser baterista, dessa maneira eu poderia estar por trás de tudo, sabe? E isso era a minha batalha, e foi isso que fizemos, e foi por isso que parecia tão irrelevante que tudo estivesse sendo destacado e declarado. Nós sempre fomos honestos a respeito disso. Eu falei sobre isso no LiveJournal com os fãs sobre a estória do Paramore, a estória da nossa banda, tentando fazer disso uma coisa mais pessoal, não somente algo que se ouviu dizer e tudo isso que os fãs tem que procurar online. Nós fomos honestos sobre isso, e nós somos uma banda, e para mim não importa se há um nome no contrato. Eu detesto esse aspecto do negócio. Seria a última coisa que eu gostaria de falar a respeito. Então quando isso veio a tona no blogue, eu simplesmente senti que se os fãs não deveriam se importar ou precisar ouvir sobre todas essas coisas, já que tudo que isso faz é atrapalhar a parte musical.

MTV: E este é um aspecto interessante para se discutir já que há dinheiro envolvido, mas quando estivemos aqui ano passado, você [para Taylor] estava dizendo algo sobre comprar uma casa or algo do tipo, e você tinha somente 19 anos, então parece que vocês todos estão bem neste setor. Mas a pregunta seria: Se nós, de alguma maneira, fossemos aos escritórios da Atlantic agora para olhar no contrato, qual nome nós poderiamos ver no contrato?

Williams: Você veria o meu nome. E a razão para isso é porque eles me ofereceram um contrato. Mas realmente não foi legal que os fãs tivessem que se concentrar nisso, nem mesmo por um segundo. Especialmente porque isso nunca foi a meu respeito. Eu detestava qualquer um e qualquer coisa que fizesse isso ser a meu respeito. Foi por isso que eu usei a camiseta que dizia: “Paramore é uma banda” várias vezes; foi por isso que escrevemos as músicas que escrevemos; é por isso que há o nome “Paramore” na capa dos nossos discos.

York: é por isso que nós três estamos aqui falando com você.

Davis: E mesmo que você fosse até a gravadora, tecnicamente você teria de olhar no contrato para ver o nome da Hayley, porque de resto é “Paramore” em todas as paredes, com fotos de todos nós . E tem sido sempre assim todo o tempo: Nós todos estivemos batalhando pela mesma coisa. E com os fãs, todos da mesma maneira, tão absurdo de se pensar dessa maneira.

MTV: Há um parágrafo aqui que fala sobre ir para L.A. para uma demonstração, e basicamente o seu agente disse: “Estejam no lobby do hotel neste determinado horário” e vocês nunca apareceram.

Williams: Eu nunca ouvi a respeito disso. Como é? O que aconteceu?

MTV: [Lendo a declaração dos irmãos Farro] “Nós viajamos para L.A. algumas semanas atrás para uma demonstração e foi um pesadelo. O agente da Hayley dizia para a banda estar no lobby do hotel em um determinado horário mas ele e a Hayley chegariam horas atrasados. Nós descobrimos que eles estiveram em reuniões com executivos da gravadora toda a manhã sem nossa presença, o que era totalmente estranho considerando que nós não somos um artista solo, nós somos uma banda. A banda estava em um buraco negro naquele momento.”

Williams: Puxa… Bem, para começar aquele nem era o meu agente.

Davis: E mesmo que fosse, no começo, mas a gente está fazendo tours por quanto tempo?

Williams: Mas isso é só uma parte da estória que poderia ser facilmente mal interpretada, já que como eu disse, me ofereceram um contrato, e a minha missão aos 14 anos de idade era me afastar dessas pessoas tentando me cortejar, e fazer-los ver o que nós estavamos fazendo como uma banda. Muitas pessoas tentaram nos usar — no princípio — para seu proveito pessoal, e nós tivemos sorte de escapar disso e mais uma vez fazer isso sobre a banda, então eu não tinha nem ideia de que esta parte estava aí, e eu penso que isso é tão irrelevante, porque eu mal me lembro dessas coisas.

Davis: Por sinal, a Hayley estar duas horas atrasada é geralmente normal.

MTV: Toda as vezes que nós conversamos enquanto vocês estavam escrevendo este albúm, várias vezes vocês disseram: “Josh escreveu essa incrível parte para guitarra, e eu escreví essas letras,” então não era como se você estivesse dizendo: ” Eu fiz isso!”

Williams: Eu jamais poderia fazer isso. Não poderia. Para começar, eu não me levo a sério mesmo, nem um pouco. Mas sim, é embaraçoso quando pessoas começam a contar vantagem sobre si mesmos. Eu definitivamente não poderia ser esse tipo de pessoa. Sei lá, eu simplesmente não posso.

MTV: A segunda parte da declaração é sobre a idéia de assinar com a gravadora, e essas variadas maquinações do tipo: “Você tem um contrato com a Atlantic, mas vocês são Fueled by Ramen”. Muitas dessas coisas foram relatadas no passado. Nós escrevemos artigos 3 anos atrás sobre acordos com 360, coisas desse tipo. Mas tudo culminou nessa declaração: “Na realidade, algo que começou naturalmente, de alguma maneira transformou-se em um produto manufaturado de uma grande gravadora, seguindo os sonhos de Hayley”. Então, como você se sentem? Honestamente, esta é uma banda que está com a Atlantic Records, então é uma banda de rock de uma grande gravadora. Sobre esse albúm, nós escrevemos que este era o melhor albúm saindo de uma grande gravadora em 2009. Então qual a sua reação a essa coisa: “é um produto manufaturado de uma grande gravadora”?

Williams: Bem, eu não sei como poderia ter começado naturalmente se nós eramos… se era tudo a meu respeito, eu não teria começado naturalmente se fosse somente sobre mim de qualquer maneira. Mas nós não somos um produto manufaturado. Nós lidamos com esses rumores por um bom tempo, mas isso por causa dos rumores da relação entre FBR e Atlantic. Nós sempre falamos sobre isso, e eu acho que foi há alguns mêses, depois da tour Honda Civic, que eu falei sobre essa situação com o LiveJournal, dizendo: “Quando nós começamos, eu batalhei para isso ser uma banda, e eu batalhei por algo que a gente pudesse trabalhar e começar do zero.” Esse é o tipo de musica que eu adoro, e esse é o tipo de música que todos nós temos um interesse em comum desde o primeiro momento, a gente queira que fosse esse tipo de banda. Nós queriamos ser esse tipo de gente que trabalha para conseguir seja lá o que for. Nós não sabiamos que ia se tornar nisso. Graças a Deus nós o fizemos, porque nós tivemos a chance de fazer tantas coisas legais, mas tivemos sorte que Fueled by Ramen e Atlantic já estavam trabalhando juntos com outras bandas, antes mesmo que a gente assinasse. Então nosso primeiro albúm não saiu pela Atlantic, saiu por Fueled by Ramen, e então quando nós começamos a crescer, Atlantic comçou a mostrar interesse na banda novamente.

MTV: E daí os rumores de relacionamentos…

Williams: [rindo] O quê? Eu nunca tive nenhum relacionamento!

MTV: Você não leu essa declaração? A parte interessante foi quando nós começamos a nos conhecer e entrevistar vocês, quando Brand New Eyes estava sendo feito, e a coisa que você disse várias vezes foi: “Esse foi o albúm que tipo salvou a banda, fomos ao limite e voltamos, nós realmente brigamos para fazer esse disco”. E a declaração dos irmãos Farro foi basicamente: “Hayley disse que isso reuniu a banda e nos aproximou quando na verdade só serviu para nos separar.” Então obviamente há dois pontos de vista.

Davis: Se ele pode falar pela nossa metade, isso não é realmente justo também.

York: Eu penso que, para ser justo, eu penso que, naquele momento, nós todos acreditavamos que isso era o que estava acontecendo. Nós tivemos alguns dos mais divertidos momentos da carreira da banda fazendo esse albúm, e as coisas mudam. Eu acho que todos acreditavamos nisso, e nós estavamos errados. Mas a vida é assim: Nós fizemos uma declaração que nós acretitavamos ser verdade, mas acabou não se tornando realidade.

MTV: Nós dissemos várias vezes que Brand New Eyes é um grande albúm. Naquele momento, o albúm foi uma resposta aos “inimigos anônimos” da banda. Voltando atrás e ouvindo o albúm, há um alarmante número de músicas que podem ser específicamente interpretadas como sendo sobre Josh Farro. “Careful”, “Ignorance”, “Playing God”, talvez “Misguided Ghosts”. Você estava essencialmente escrevendo essas letras sobre o conflito entre vocês dois?

Williams: Eu diria que uma boa parte dessas músicas, sim, tem a ver com o relacionamento que nós tivemos, e que tentávamos concertar. E foi muito difícil, já que eramos todos amigos e passando por uma separação, e passando por tensões normais de uma banda, isso realmente afetou todas as letras, mesmo que elas não fossem sobre mim ou sobre o Josh, ou só eu e o Taylor. Tudo o que nós estávamos passando teve um efeito geral no tom do que eu estava dizendo, mas tem muitas coisas específicas que eu trouxe da minha experiência, simplesmente sentindo que a minha face estava sob uma bota durante todo esse tempo. Eu acho que o objetivo do albúm não foi mostrar essas coisas, mas talvez para dar coragem para as pessoas que sentem-se assim. Eu me sentia muito solitária naquela batalha que eu nunca quis, especialmente uma mulher jovem, que se sentisse dessa maneira, porque eu sei que há muitas adolescentes com as quais eu conversei, fãs, que passam pelas mesmas coisas nos relacionamentos e famílias, e não é legal sentir-se vitimizada, não é certo em vários níveis.

MTV: Isso simplesmente adiciona um novo nível para o album. Há muitas coisas aí. Eles mencionam na declaração deles que há uma frase em “Careful”: “A verdade nunca me libertou, então eu mesma o fiz”, que podem ser interpretada como você denunciando uma escritura bíblica. Você poderia falar especificamente sobre essa frase, já que recebeu tanta atenção?

York: Bem, eu vou falar sobre isso. Quando Hayley nos trouxe essas letras, nós tivemos uma conversa massiva sobre isso, porque eles expressaram sua preocupação. E a primeira coisa que Hayley disse foi: “Bom, eu entendo, mas honestamente minha intenção é dizer, ‘Sua verdade realmente me libertou’. Eu não acabei de mudar, mas isso é o que eu realmente queria dizer.” Ela não estava dizendo “verdade” como algo em que a gente acredita. Ela disse “verdade” como algo que outras pessoas querem que você acredite, algo que elas acreditam ser verdade. Nunca foi a respeito do que eles estão dizendo. é sobre outras pessoas forçando as crenças deles em você, e se você não atinge as expectativas, você está fazendo um péssimo trabalho. Aquilo foi realmente muito mal intepretado.

MTV: Mas há outras menções aquí. Há, em “Ignorance”: “Não é uma guerra, não, não é o êxtase.” Uma referência bíblica. “Playing God”, há bastante disso aí também. Vocês tiveram um desentendimento sobre religião? Porque eles mencionaram fé — Deus várias vezes — como parte do raciocínio deles para deixar a banda. Isso foi parte do desentendimento, questões religiosas? Eles também mencionaram que vocês dois em particular [para Williams e Davis] começaram a fazer escolhas que eles discordaram.

Davis: Tudo certo!

Williams: é isso aí! [Risadas] Eu fiquei surpresa, honestamente. Quero dizer, sim, nós tivemos conversas sobre isso, e não é como se eu não soubesse que eles pensavam que eu acreditava em algo diferente. Mas eu fiquei surpresa com a proporção que isso assumiu, porque eu claramente acredito nas mesmas coisas que eu acreditava desde — sei lá — desde que eu tomei a descisão de acreditar no que eu acredito. A diferença é que, no que eu estou aprendendo, eu acho que a melhor coisa sobre religião é que cada um é uma pessoa e você não pode mudar isso não importa o quanto você tente. Você é quem você é, e a fé pode ser sua, sabe? Eu não estou dizendo que se adaptem para que você possa fazer suas próprias regras todo o tempo, mas eu acredito no que eu eu acredito firmemente, mas pode não ser semelhante ao que outras pessoas acreditam. Só porque eu sou Cristã não quer dizer que eu tenho que rezar no mesmo horário que outras pessoas todos os dias.

MTV: Você vive com sua fé e sua fé vive dentro de você. Isso é uma coisa delicada, mas houveram discussões sobre religião?

Williams: Eu realmente não me recordo.

Davis: A maior parte do nosso albúm foi sobre amizade, e eu pensava que poderia ser uma coisa estranha, onde pessoas… onde poderia ser visto como uma questão de fé. Sempre foi uma coisa de amizade. Todos nós começamos bem jovens e começamos a crescer, e você passa por uma série de mudanças, e estando sempre na estrada e longe da família e a banda é sua nova família. é bem complicado. E quando alguém muda, é difícil realmente olhar para isso. Eu estou mudando: “Isso é algo ruim? Isso é algo bom?” O albúm é sobre isso. Foi assim que a gente nomeou o albúm. Você tem que olhar seus amigos com uma nova visão.

Williams: Isso, e as referências sobre guerra espiritual e qualquer coisa espiritual são provavelmente apenas porque isso é uma grande parte de mim, então para mim falar sobre algo metafóricamente ou usar uma analogia, é muito fácil usar fé como exemplo, porque para mim fé é uma coisa tão aplicável para quase qualquer acontece na minha vida. Par mim, dizer: “Não é guerra, não, não é o êxtase” é como dizer “Não é o fim do mundo. Não é todo mundo sendo varrido da face da Terra e todas essas coisas insanas acontecendo”. A vida é assim.

MTV: Certo, os Cavaleiros do Apocalipse não existem. Mas você mencionou seu amadurecimento e mudanças, e deve ser difícil para você em especial, ter de responder por essas decisões que você tomou quando tinha 13, 14 anos de idade. E essa é a coisa que tem estado com a banda de certa maneira. Você concorda com isso?

Williams: Claro. Definitivamente eu não gostaria de ver nenhuma pessoa de 14 anos de idade ser considerada responsável aos 22 por qualquer decisão que tenha sido tomada. Mas eu acho que, antes de tudo, eu tive uma excelente família que cuidou de mim, e eu acho que eu tenho uma boa cabeça sobre meus ombros por causa deles e dos meus amigos que tive para ajudar-me a tomar boas decisões, já que eu acho que não vejo uma única coisa que tenha saído errada desde que eu tinha 14 anos. Tem sido fácil, e tem sido tão divertido, e claro que há tempos difíceis, mas eu acho que também estaria passando por isso se eu trabalhasse no Burger King. Não importa, se eu estivesse fazendo faculdade. A diferença é que ninguém se importaria com as blogues que eu frequento.

MTV: é interessante que nós estejamos neste porão onde vocês filmaram o video de “Playing God”. Naquele momento — você falou sobre isso numa entrevista — sobre esse video estar encerrando o capítulo sobre Brand New Eyes. Quando vocês fizeram esse video, os irmão Farro já tinha avisado que eles deixariam a banda? E foi estranho fazer o video desse jeito?

Williams: Não pareceu com nenhuma outra filmagem de videos que fizemos. Bom, pareceu e não pareceu. Não pareceu diferente no sentido de que as amizades que eram as mais fracas permaneceram as mais fracas. A gente se relacionou como sempre. Mas… pareceu demasiado semelhante com as coisas que estavam acontecendo. Foi um pouco assustador. Mas eu me divertí. Eu definitivamente penso que foi pessoal a maneira como foi tão fácil de relacionar-se com aquilo, nem parecia que estávamos trabalhando.

MTV: Olhando para frente, Taylor, você em especial, nós conversamos atrás das cameras e você disse: “Oh essa cerimônia de celebração, eu realmente não gosto dessas cerimônias, eu realmente não sou do tipo celebratório”. Você é mais um tipo “indie”. Você é alguém que compartilha a fé dos irmão Farro e também conhece eles faz um bom tempo, então o que te fez decidir ficar na banda?

York: Eu creio, que para ser justo com os irmãos Farro, eles também começaram muito jovens, nós todos começamos, e eu acho que sempre houve momentos quando todos nós tivemos um dia ruim e pensamos: “Eu não quero estar nessa banda”. Então claro que eu tive dias assim. Mas hoje eu anida amo o que eu estou fazendo, e eu penso que foi difícil para mim porque, claro, eles ainda são pessoas que eu realmente gosto, e foi estranho ver eles deixando a banda. Mas eu ainda quero fazer isso e eu não poderia deixar a decisão deles afetar meu coração e minhas paixões. E o fato de que os três de nós ainda queremos fazer isso e fazer música, quem sabe se nós três algum dia vamos ter novamente uma oportunidade como essa, então nós vamos aproveitar agora.

MTV: A tour começa em Fevereiro. Vocês vão estar tocando as partes principais? Vocês já falaram sobre isso?

York: Creio. Sim, há um monte de gente falando sobre isso, tipo, claro, eu realmente estou tocando bateria e guitarra [risos]. Todo mundo diz: “Você está tomando o lugar do Josh” e de certa maneira isso ainda é um negócio e toda vez que há uma redução de tamanho, você simplesmente não toma a posição de alguém. Os cargos mudam para se adaptar a nova situação. Há algumas coisas que Josh fazia que eu vou ter de fazer, algumas partes, mas ao mesmo tempo, eu não tenho a menor intenção de ser o novo Josh, tomando o lugar dele. Isso realmente não é o que eu gostaria de fazer. Então, claro, eu vou estar fazendo algumas das partes principais, mas eu adoro o que eu tenho para fazer, e ainda pretendo continuar.

MTV: Jeremy, obviamente você esteve com a banda por um longo período de tempo. Você alguma vez teve alguma dúvida se você iria continuar com a banda?

Davis: Não, nunca tive nenhuma dúvida. Eu saí de trabalhos antes e eu disse: “Estou fora, desculpas. Isso não é para mim,” e eu sairía e nunca mais ouviría falar dessas pessoas, porque eles queriam continuar com seus trabalhos. E isso tem sido nosso coração e nossa paixão e qualquer um pode ver isso. Nossos fãs terminaram crasheando websites porque eles são tão hardcore, e tem sido nossa paixão ter esses fãs e manter esses fãs e trabalhar para esses fãs, e fazer-los sentir como parte da família a qualquer momento —seja a gente saindo de um avião e faz 23 horas desde que você não dorme, não importa que horas são — eles tem sido nossa paixão e nossos corações. Então não, sair nunca foi uma opção para mim. Não é legal porque eu sinto como se fosse a nossa família na estrada, realmente não é legal perder uma parte da sua família ou sentir que você está perdendo uma parte. Como eu disse no começo, eu prefiro que eles sejam felizes em outras partes. Isso faz todas as outras pessoas felizes. E sabe o que mais? Se eles estão mais felizes em outro lugar, nós podemos estar mais felizes dessa maneira. Quem sabe? Nós veremos. As coisas mudam, e você tem que ir com a corrente.

MTV: Vocês tem alguns mêses até o começo dos shows, estou supondo que vocês vão começar a fazer audições. Como vocês planejam preencher essas duas posições?

Williams: Nós temos substitutos para a tour sul-americana. Nós vamos ter Justin York, o irmão do Taylor, ele já foi substituto para nós antes, e também Relient K, ele está muito entusiasmado com isso. Ele vai nos ajudar com as guitarras, e eles vão trabalhar em quem toca as partes principais. E Josh Freese na bateria. Não será um grande problema, apenas um de nossos bateristas favoritos.

York: Mas para esclarecer, isso vai ser só para essa tour, daí…

MTV: [rindo] Josh Freese não está se juntando ao Paramore?
York: Não. Nós não começamos a trabalhar no que a banda vai ser com os novos membros. Nós temos planejada uma tour mais, então a gente sabe que vamos completar isso, daí a gente ataca essa situação.

MTV: Como vai ser no palco com essse “mercenários”, como eles são chamados? Uma banda diferente? Vocês vão sentir falta de alguma coisa?

Williams: Eu vou sentir bastante falta do Zac. Zac é um dos meus bateristas favoritos de todo o mundo, e ele tem sido desde os 14 nos de idade. Isso realmente não vai ser bom. Mas eu não quero que ele seja infeliz. E… se ele ficasse, e eu me voltaria para ver que ele não está feliz, isso seria pior do que simplesmente não vê-lo de maneira alguma. Eu acho que essa vai ser a parte mais difícil de me acostumar… Quero dizer, claro, Josh Freese, baterista incrível. Eu creio que ele é a melhor pessoa que poderia estar vindo nessa tour com a gente, mas ninguém pode substituir Zac no meu coração. Zac é uma das minhas pessoas favoritas. E sabe o quê mais? Claro, não vai ser legal, eu acho agora que nós estamos tão unidos, que nós três sabemos exatamente o que estamos fazendo, nós realmente queremos estar aqui, e eu acho que isso vai ser realmente uma boa sensação, saber que não estamos arrastando ninguém conosco, nós não estamos fazendo ninguém fazer algo que não quer, isso vai ser excitante. E eu creio que eu não tenho nenhum arrependimento sobre isso. Eu simplesmente me sinto como: “Vamos começar este novo capítulo de uma vez”, só pode ser bom. Nós não vamos deixar que a gente não esteja bem. Nós vamos fazer algo bom dessa situação.

MTV: No Twitter, tem um monte de coisas sobre Yahtzee, mas também tem um tweet sobre um novo demo que Taylor escreveu? Esse foi o primeiro demo que você trouxe para esses dois?

Taylor: Sim. Nós apenas começamos a fazer sondagens. Isso é apenas o princípio e isso é o primeiro passo.

Williams: Está bom. Ele é muito humilde para dizer que é bom, mas eu digo por ele: é sensacional. Eu estou entusiasmada. Eu e Taylor escrevemos juntos antes, desde que éramos crianças, então eu acho que eu ainda me sinto como uma criança neste instante. Mas desde que éramos crianças eu não tenho a menor dúvida que ele é um grande compositor, e estou entusiasmada.

MTV: Vocês disseram que iriam tirar algum tempo para trabalhar num albúm. Há alguma chance que nós veremos um novo albúm do Paramore em 2011? Vocês acham que isso é uma possibilidade?
Williams: Nós definitivamente vamos lançar algumas músicas em 2011. Quem sabe se um albúm completo vai sair disso, nós realmente gostariamos disso. Seria divertido. Nós definitivamente queremos lançar coisas para nossos fãs festejarem conosco, mas quem sabe quando isso vai ser? Eu creio que o quanto antes, melhor.

MTV: Se você olhar as estórias do Paramore no MTVNews.com, os comentários são 75% a favor de vocês. Mas tem relmente 25% que são fãs do Josh, fãs do Zac, que estão receiosos que esta banda não vai ser a mesma, ou talvez eles apenas desistiram de ser fãs da banda. Para aqueles que tem receio do: “O que isso significa para a banda?” ou: “Eu realmente gosto das coisas que Josh escreveu”, o que você diria para eles?

York: Bom, a coisa é a seguinte: Nós vamos ser diferentes. Nós perdemos duas partes importantes desta banda, então vai ser diferente. Mas nós ainda somos o Paramore. Nós todos escrevemos juntos antes, então não é como se nós estivessemos perdendo nosso estilo. Nós não vamos nos tornar em uma banda de R&B-soul-funk… Nós estamos mais entusiasmados do que nunca, e nós não vamos lançar algo que não seja muito bom. Em 2011, quando dizemos que vamos tirar algum tempo, significa que nós vamos estar compondo até que tenhamos algo que é muito bom. E nós não vamos parar até que esteja muito bom. Claro, vai ser diferente. Vai ser legal de ver isso. Vai ser bom. Eu não creio que seja uma coisa negativa. Mas claro, Josh e Zac eram uma grande parte da banda, as pessoas vão sentir falta deles e isso é natural. Mas nós estamos aqui agora, e aqui vamos nós.

MTV: A separação dos irmãos Farro já terminou, o ano terminou, mas o que cada um de vocês aprendeu com estas experiências e como vocês encaram Josh e Zac?

Williams: Eu estou tentando não ver ninguém, excepto as pessoas que são realmente próximas, porque se você prestar atenção numa opnião que está por aí, então você tem de prestar atenção em todas. Eu creio que estou apenas agora aprendendo que você não pode provar para ninguém quem você é, você tem apenas que ser. Você não pode fazer ninguém pensar nada sobre você, eles vão pensar aquilo que quiserem. Eu acho que nós apenas vamos ter de fazer isso da maneira correta desta vez… vai ser divertido não ter de me preocupar com o que alguém está pensando a meu respeito. Eu sei disso, para mim pessoalmente, eu simplesmente vou me sentir — e eu não quero dizer isso de uma maneira negativa para Josh e Zac – mas eu realmente estou começando a me sentir muito mais livre comigo mesma, e eu acho que isso é somente eu amadurecendo. Mas as pessoas que eu tenho a meu redor, Taylor e Jeremy, eu sinto muito apoio e querida como pessoa, e isso é uma coisa rara neste mundo.

Davis: O quê eu aprendi dessa coisa toda? Sei lá. Eu sei que Taylor estava dizendo que ao amadurecer você aprende bastante, e eu definitavamente aprendí que eu vou ser a pessoa que eu vou ser, não importa o que ninguém possa pensar. Eu estou muito contente de ver que quase todo os nossos fãs permaneceram com a gente, e eles entendem o fato de nós estarmos dizendo: “Vejam, nós ainda estamos aqui para vocês”, e nós recebemos 10 vezes o apoio de volta. Eu apenas estou contente que eles se sintam assim, pois eu estava realmente preocupado com os nossos fãs. Nós gastamos tanto tempo trabalhando no crescimento da banda, tipo sendo amigável com eles e falando com eles online tendo certeza de que tudo o que fazemos é por eles, até mesmo escrevendo as músicas: “Vamos escrever partes em que eles possam cantar de volta! Interação com a platéia!” Foi sempre sobre isso, e eu acho que nossos fãs estão, já que eles estão amadurecendo com a gente, não todos são da mesma idade, mas eu sinto que eles estão aprendendo junto conosco. E é muito legal sentir isso. E honestamente, todo o apoio tem sido bom porque nós temos sido uma banda por tanto tempo, então são muitas coisas em nossas mentes também, é muito bom ter o apoio de todos eles. E claro, você tem de seguir adiante. Estou entusiasmado. Pode ser algo grande. Eu sei que vai ser tão bom com todos nós apenas sendo do jeito que somos juntos e tudo o mais. é tão bom – muito positivo.

York: Eu creio que na vida há sempre experiências exasperantes, e essa aqui foi uma que realmente nos desafiou a todos para amadurecer bastante. Tem sido realmente um teste, manejando a situação com todo o respeito possível, e tentando ter dignidade e não ofender ninguém. Nos crescemos bastante passando por isso, e toda vez que você passa por algo assim, você tem a opção de reagir de uma maneira emocional, e fazer coisas das quais você pode se arrepender, ou você pode honestamente fazer as coisas corretamente, e eu creio que é isso que estivemos tentando fazer. Sei lá, as coisas mudam e nós estamos tentando fazer o melhor possível para manejar isso bem, para terminar a temporada bem. E claro, nós estamos entusiasmados e eu penso que aprendemos bastante sobre comunicação e relacionamentos, então nós vamos fazer coisas de maneira diferente desta vez, e nós estamos apenas incrívelmente entusiasmados pelo futuro.

MTV: Você mencionou “fazer coisas de maneira diferente desta vez”. Isso vai ser em termos de comunicação? Composição? Como você faria coisas de maneira diferente? O que você quer dizer com isso?

York: Obviamente nós somos humanos, nós não somos perfeitos… nós erramos. Então eu acho que a melhor maneira de continuar adiante é olhar para seus erros e suas vitórias e aprender com eles. Evitar coisas e concentrar-se em outras coisas. Nós tivemos problemas de comunicação, e isso é honestamente a maior coisa. Mesmo se muito disso… muitas coisas foram mal interpretadas, coisas que nós nunca falamos a respeito, coisas que nós estamos tipo ouvindo falar pela primeira vez ou que nós assumimos mas agora estamos vendo no papel ou algo do tipo. Mas comunicação é algo imenso, e mesmo coisas como composições e tudo o mais, eu acho que estamos tentando coisas que nós nunca tentamos antes, coisas que nós nunca tivemos a liberdade para tentar, apenas coisas que nós nunca falamos a respeito. Eu penso que isso vai afetar várias areas diferentes.

MTV: Movendo-se adiante, tem de haver alguma parte de vocês que quer provar que essas pessoas estavam erradas — provar que Josh e Zac estavam errados, que vocês querem fazer algo poderoso e duradouro, e ter a palavra final sobre isso. Há uma parte dentro de vocês que quer fazer isso: provar que essas pessoas que abandonaram o barco, que desprezaram a banda, estavam erradas?

Williams: Eu penso que se não houvesse nenhuma parte de nós que quisesse reagir, então nós seriamos perfeitos, e isso não seria legal, para ser bem sincero. Você quer reagir, você quer responder, contestar cada afirmação que é feita, mas qual o sentido? Qual seria a finalidade disso? Isso nunca teria um fim. Nunca terminaria, se a gente lidar com isso dessa maneira, e para mim, isso seria tão injusto com a comunidade online que nós construímos e que nossos fãs construíram. Nós não estamos tentando criar um drama para todo mundo poder falar a respeito, isso tira o foco de onde deveria estar, que é nossa música e algo positivo que nós estamos construíndo e nós ainda queremos construir. Quero dizer, claro, eu adoraria apenas dar socos e estar brava e enfurecida e dizer coisas das quais eu me arrependeria 5 minutos depois.

MTV: Talvez a palavra final será o que quer que seja que vocês façam a seguir. Seu maior triunfo, sua maior defesa, é fazer mais um albúm que seja “matador”, sabe?

Williams: Bem, primeiro, fazer um albúm já seria um triunfo, eu creio que é um triunfo cada vez que uma banda consegue fazer mais um albúm. Eu fiquei surpresa que nós atingimos 3 discos, e eu fico satisfeita. Mas claro, se for um bom albúm seria a nossa maneira de dizer: ” Ninguém pode tirar isso de nós, não importa o que aconteça”.